Coronavírus: região de Campinas avança à fase verde do Plano São Paulo, diz governo estadual

Coronavírus: região de Campinas avança à fase verde do Plano São Paulo

A região de Campinas (SP) vai avançar para a fase verde do Plano São Paulo de retomada da economia. A informação foi adiantada ao G1 na manhã desta sexta-feira (9) pelo governo estadual. A reclassificação passa a valer a partir deste sábado (10).

Nesta etapa, haverá aumento de horário e capacidade das atividades flexibilizadas anteriormente e fica permitida a realização eventos, convenções e atividades culturais com público em pé após 28 dias de estabilidade. Veja abaixo as mudanças.

O avanço acontece após a região permanecer por 62 dias na fase amarela, que já havia permitido a reabertura de academias, bares e restaurantes, além de ampliar o horário do comércio. O Plano São Paulo, anunciado pelo governador João Doria (PSDB) em junho, estabelece etapas de reabertura de setores da economia após os impactos causados pela pandemia de coronavírus.

Apesar da liberação, as prefeituras têm autonomia para decidir o que e quando deve reabrir. O prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), confirmou a publicação de um decreto em edição especial do Diário Oficial neste sábado (10), para que as medidas entrem em vigor.

Região de Campinas foi reclassificada para a fase verde do Plano São Paulo — Foto: Reprodução

O que muda na fase verde?

  • Shoppings e comércio de rua podem abrir por 12 horas e com aumento da capacidade para 60%;
  • Após 28 dias de estabilidade, eventos convenções e atividades culturais podem ser realizados com público em pé, mas com obrigação de controle e hora marcada.
  • Bares e restaurantes também podem abrir por 12 horas, desde que iniciem as atividades depois das 6h e terminem às 22h, com permanência no local até 23h;
  • Salões de beleza e barbearia podem abrir por 12 horas e com aumento da capacidade para 60%;
  • Academias de esporte de todas as modalidades e centros de ginástica podem abrir por 12 horas e com 60% de capacidade;

Segundo o Comitê de Contingência do Coronavírus de SP, o Departamento Regional de Saúde 7 (DRS-7), que inclui Campinas e outras 41 cidades, apresentaram redução no número de casos, internações de UTI e mortes, que são alguns dos critérios usados pelo governo estadual para reclassificação.

De acordo com dados da Fundação Seade, a região de Campinas está com 38,6% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Covid ocupados nesta sexta.

A DRS-14, de São João da Boa Vista, que na região de Campinas abrange as cidades de Mogi Mirim, Mogi Guaçu, Itapira, Estiva Gerbi, Espírito Santo do Pinhal e Santo Antônio do Jardim, permanece na fase amarela.

Para avançar os municípios de fase, o governo estadual considera que a taxa de ocupação dos leitos de UTI têm que estar abaixo entre 75% e 70% e o número de internações nos últimos 28 dias entre 30 e 40. Confira os critérios:

  • ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs);
  • total de leitos por 100 mil habitantes;
  • variação de novas internações, em comparação com a semana anterior;
  • variação de novos casos confirmados, em comparação com a semana anterior;
  • variação de novos óbitos confirmados, em comparação com a semana anterior.
  • Na fase verde também é considerado óbitos e casos para cada 100 mil habitantes;
  • Regiões que atingirem as fases 3 (Amarela) ou 4 (Verde) permanecerão nessas fases desde que tenham indicadores semanais inferiores a 40 internações por Covid-19 a cada 100 mil habitantes e 5 mortes a cada 100 mil habitantes.

Campinas na fase verde

O prefeito Jonas Donizette, o secretário de Saúde, Carmino de Souza, e o secretário de Assuntos Jurídicos, Peter Panutto, detalharam o decreto que entra em vigor em Campinas com base no avanço da região à fase verde.

Estão autorizados a funcionar clubes sociais e parques públicos, com a abertura de piscina, quadras e áreas de lazer. Atividades que provoquem aglomerações continuam proibidas.

Os equipamentos públicos, apesar da autorização, só devem reabrir com as novas regras a partir de 19 de outubro, após a prefeitura detalhar os protocolos na próxima semana – o mesmo ocorre com museus e bibliotecas públicas.

Atualmente, os parques e bosques funcionam de quarta-feira a domingo, com limitação de capacidade e horário. Por conta do feriado, excepcionalmente, os espaços irão funcionar na segunda-feira (12), mas com as regras mais rígidas.

“Como disse o Carmino, o avanço à fase verde não é uma concessão, mas uma conquista da sociedade. As coisas estão sob controle, mas a Covid-19 ainda é uma doença que não tem cura ou vacina, a ciência não tem todo domínio sobre ela. O que ocorreu em outras partes do mundo mostra que a doença pode voltar”, completou.

FONTE: https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2020/10/09/coronavirus-regiao-de-campinas-avanca-a-fase-verde-do-plano-sao-paulo.ghtml

Compartilhe nas redes sociais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Ultimas Notícias

Benefícios

Conheça os benefícios de se associar. Temos planos especiais e parcerias competentes para auxiliar nossos associados.

Notícias

Deseja acompanhar tudo que acontece na associação e receber os eventos, cadastre seu E-mail.